A invasão do Pingo Doce

É um possível título para quem viveu o emocionante dia de compra, em qualquer Pingo Doce, durante o dia de hoje!

Num país, a viver em crise (eu adorava saber os números de vendas do Grupo Jerónimo Martins, referentes a hoje e talvez compará-las com  altura de Natal) parece que nem esse nome, faz conter o dinheiro e a corrida ao Pingo Doce já abriu.

 

A confusão é geral, as prateleiras vazias são a imagem mais vista nesta cadeia de supermercados, as filas infidáveis e o trânsito nos nichos próximos, também fazem parte da imagem de marca do dia de hoje. Hoje, e talvez só por hoje, o slogan que anuncia SEM CONFUSÕES deu lugar ao maior ataque às prateleiras, possível.

 

Nas redes sociais o tema também faz burbulhar os ânimos, seja de quem passou por perto e não entendeu a confusão, seja de pessoas que se encontram "in loco" e testemunham em primeira mão a loucura que se apoderou das pessoas.

 

Através das redes sociais, foi-me dado a conhecer violência física por causa de bacalhau, ataque a uma palete de arroz à saida do armazém, e como negócio gera negócio, há quem esteja a alugar carrinhos de compras por 10 euros! Somos mesmo um país de "chico espertos".

 

Depois de todas as peripécias que devem acontecer para tentar chegar ao artigo desejado, pior será mesmo o tempo de espera na fila, que há lugares aos quais chegam às 4horas!

 

Quem tiver notícias sobre o que vai acontecendo nestes espaços pode dar notícias para estarmos actualizados.

 

Deixo uma imagem, que acho que irá caracterizar o dia de hoje

 

publicado por RM às 15:10 | link do post