Quarta-feira, 06.02.13

Os novos inquilinos

 

 

Bem vivo numa casa partilhada, o conceito Shared House, aqui é muito comum. Eu nunca fui destas coisas, mas em tempo de crise assim tem que ser!

Quando cheguei a este apartamento, eramos 5 pessoas (eu incluído) e conhecia a todos, excepto um. O Roberto, um espanhol, muito boa pessoa, já lá vão 5 meses, desde que compartilhamos o mesmo espaço e algumas conversas! Os outros, eram três italianos com quem além de partilhar a casa partilhava também o trabalho.

 

Aqui as coisas são muito rápidas e num ápice os espanhóis mudaram de casa. Fiquei eu e o espanhol e durante duas ou três semanas foi muito bom, quase que como viver sozinho (outra vez), porque eu e o Roberto mal nos cruzamos, mas quando isso acontecia estávamos sempre a especular sobre como seriam os novos habitantes da casa e tanto que especulamos que acabamos por falhar!

À partida sabíamos que seria um casal de espanhóis e uma outra espanhola, ou seja, estou rodeado por espanhóis no momento!

 

Durante os meus dois dias de folga passei na casa de um amigo e não estive por casa e hoje quando regressava, pensava nos novos inquilinos, como serão eles até ao momento em que abro a porta e vejo o primeiro novo inquilino, um rapaz alto, com muito boa aparência moreno e um belo sorriso. - "Este é o marido" - julguei eu. Até ao momento em que descubro o segundo membro do casal, um homem também! - "Afinal este é o casal" - completamente admirado com o sucedido!

 

Assim de um momento para o outro tenho a casa com mais dois gays, boa aparência, acho que isto promete! :P

As cenas dos próximos episódios serão apresentadas aqui :) 

publicado por RM às 15:31 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 22.01.13

Igualdade para Obama...



[“É dever agora da nossa geração continuar o que aqueles pioneiros começaram. Nossa jornada não está completa até que os nossos irmãos e irmãs gays sejam tratadas como qualquer um de nós, perante a lei. Se somos realmente criados iguais, então, certamente, o amor com que nos comprometemos uns com os outros deve ser igual também”]

 

Basta estarmos atentos aos meios de comunicação ou a qualquer rede social, que podemos nos deparar com parte do segundo discurso da tomada de posse do presidente dos Estados Unidos, Obama, onde apela à igualdade entre gays, mulheres e imigrantes.

 

Sem dúvida que é uma grande vitória para todas as pessoas inclusas neste grupo, que o presidente defende, mas acho que a igualdade é sermos tratados todos por igual e termos acesso às mesmas oportunidades e isso é bem mais difícil (quando me refiro a isto refiro-me a não existir guerra e fome no mundo... Até me sinto uma Miss no discurso para as Miss Mundo dizendo: quero a paz no mundo e erradicar a fome).



Por outro lado, a par dos direitos de igualdade para os gays, nomeadamente casais homossexuais, a pergunta mais apropriada para o momento e em relação a Portugal seria: Será que algum dia o nosso presidente da república seria capaz de num discurso falar em defender os direitos dos homossexuais? A mim parece-me que não e vocês?

 

 

 


sinto-me: Proud
publicado por RM às 23:53 | link do post | comentar | ver comentários (4)

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Setembro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

links